Blog Bugginho Academy

Terminei a faculdade, mas não consigo arrumar um emprego. E agora?

Essa dúvida é muito comum entre os profissionais recém-formados, e hoje em dia, no meio dessa crise (que já tem mais de 2 anos) essa situação é muito mais comum do que pensamos.

Antes de mais nada, é interessante frisar que CLT não é a única opção para ganhar dinheiro em nenhuma área e em TI não é diferente. Você pode pegar trabalhos freelances, trabalhar PJ para alguma empresa de TI, prestar serviços como autônomo, etc…

Blz, entendi, mas como eu vou consegui essas oportunidades de negócio?

Sei que já está muito batido, mas certamente ter um bom “network” é a melhor opção em qualquer situação, então listarei abaixo algumas dicas de como você ter uma boa rede profissional.

Faça as pessoas saberem com o que você trabalha

A galera de TI geralmente tem um certo receio de comentar com o Vizinho, com o que trabalha. Geralmente isso se dá por medo de receber o velho pedido: “Pô, vê minha impressora aqui”, mas você já parou para pensar que esse vizinho pode querer um site para a empresa dele? Ou pode conhecer um amigo que precise de um CRM para a sua empresa? Ou até mesmo, conhece alguém que esteja precisando de um Desenvolvedor?

Outra coisa interessante é que em todo lugar que você vai, pode rolar uma oportunidade de negócio. Você não vai ficar feito um retardado falando para todo mundo “Olhe, eu trabalho com sistemas, viu?”, Mas é bom saber ouvir e identificar uma deixa para você apresentar seus serviços.

Conheça e seja amigo dos profissionais de sua e de outras regiões

Muitas vagas de trabalho vêm por indicação dessa galera, fora isso, um deles pode ser dono ou gerente de alguma empresa 😉

Esteja presente nos eventos que acontece em sua cidade

Prestigie os eventos e as palestras da galera (mesmo que você já domine aquele assunto) e se possível, palestre em alguns eventos ou ministre minicursos free.

Quando um profissional ou estudante de TI postar uma dúvida que você saiba resolver, ajude-o

Você não vai fazer tudo para ele, mas o ajude a achar a solução. Acredite, ele não vai esquecer de você 😉

Seja ativo nas comunidades virtuais

Ajude as pessoas não só de sua região. Não precisa ficar o dia todo no Facebook ou no GUJ respondendo dúvidas, mas é interessante separar um tempo para mostrar a sua cara e o que você sabe fazer.

Pare e pense: Se surgir uma vaga na empresa onde você trabalha, você indicaria um brother que domina as tecnologias que você usa, que participa dos mesmos eventos que você, que lhe ajuda quando o bicho pega, ou um estranho? Lembre-se, quem não é visto, não é lembrado 😉

Não se contente apenas com o conhecimento adquirido na faculdade

Acesse sites de emprego voltados à TI e veja as vagas, veja o que está em alta na sua região, converse com outros profissionais, veja como é a rotina de trabalho deles nas empresas onde atuam, etc…

Tenha algo para mostrar

Se você for contratar um músico para tocar em seu aniversário, você provavelmente pedirá um CD com as músicas dele para você ouvir, certo? Com TI é a mesma coisa. Os possíveis contratante vão querer ver o que você já fez e pegar referência sua com outros clientes / empregadores, então mantenha um portfólio atualizado e principalmente, mantenha uma boa relação com seus clientes ou ex-patrões.

Faça parcerias com outros profissionais

Se você não for muito bem com vendas, procure um amigo que seja e faça uma parceria onde ele vende os serviços e você produz.

Se você trabalha com desenvolvimento Front-end, procure firmar parcerias com desenvolvedores Back-end ou vice-versa, certamente um precisará do serviço do outro em algum momento.

Muitas agências de desenvolvimento web terceirizam parte ou todo o serviço de desenvolvimento, então envie seu portfólio para essas empresas e mostre que está disponível para freelas.

Isso não esgota todas as possibilidades, mas já servirá de norte para muitas pessoas. Espero que esse texto tenha sido útil.

Valeu amiguinhos!!!

Bugginho Developer

1 comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  • É isto mesmo. Olhando para trás eu vejo que a minha carreira foi mais ou menos por ai. Talvez a necessidade me fez começar até antes. Já durante a graduação eu comecei a me envolver com comunidades, grupos e tal. Na época eu ajudava o FUG-BR. Arranjei meu primeiro trabalho através de um amigo do FUG, na verdade fui fazer entrevista na empresa logo após voltar de um evento que palestrei. Na verdade eu era só um acadêmico de computação que sabia gerenciar servidores, valeu a investida. O resto continuou assim. Hoje trabalho na Red Hat como desenvolvedor do kernel do Linux, faço doutorado na UFSC, tudo remotamente pois trabalho da uma outra universidade, em Pisa na Itália. Tudo na base do networking, colaboração e trabalho, muito trabalho.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.